Monthly Archives: dezembro 2011

SAUDADE

SAUDADE Uma estrela viu Meu barco só A navegar, Sem te encontrar. Findou a noite Veio a saudade O sol pintou seu rosto Sobre o mar. A onda veio Tudo apagou Então gritei, até chorei. Como sofri, Corri para areia Tentando te encontrar. Uma estrela viu O meu lamento Pedindo ao vento Para te buscar. Por entre os montes, Lá… (more…)

PAZ

animais sim, mas humanitrios Apresentação de slids clk para ver. PAZ É mansa como o rouxinol Meiga, pura e forte O mar contigo somam dois. Pintei teu retrato Num manto de rosas Com os raios da esperança. Cobri-lhe de plumagens Neste chão celestial De tão rara pureza. Com tanta pólvora e fumaça Espatifaram-se meus sonhos De que vale ao homem,… (more…)