RIO

RIO

Há! Que linda essa cidade
A bossa que saudade
A cervejinha o papo firme
Em frente ao mar.

Bela Ipanema tão morena
Sorrindo flertando
Com o luar

Ah:- Veja Cristo cheguei
Sou um poeta e chorei
Ao sentir sua dor…

Foram bons tempos bem sei…
Mas lhe trouxe guardei
A esperança uma flor.

Sim esta triste, é a realidade
É Noite não é tarde
O amanhã vem nu…
Seus braços Redentor.

E a natureza ri do encontro
Do azul do céu com o verde
Do mar.

Há! Vejo um Rio que amei
Sou um poeta, e não sei
Viver o desamor…

Ah:- Veja Cristo cheguei
Sou um poeta e chorei
Ao sentir sua dor…

Sim o céu ainda insiste
Para o sol, não ficar triste
Reluz tão lindo…
São seus olhos Redentor.

Ah! Que beleza o encontro
Do desencontro
Se encontrar.

Há! Vejo um Rio que amei
Sou um poeta, e não sei
Viver o desamor…

Ha1 Veja Rio cheguei
Sou um poeta e só sei
Que voce é o amor.

Snitramus
Editora de texto
Rosali Gazolla

Related Posts:

    Both comments and pings are currently closed.

    Comments are closed.

    • Facebook
    Pular para a barra de ferramentas