Archive for the ‘pt-br’ Category


Musicas do álbum perfil

Off
agosto 25th, 2017

Meus caros amigos e visitantes apresento a voces seis das dezenove músicas
Que compus em 1985 fora da fita k7 com arranjo e com melhor qualidade de audição espero que gostem dessa nova versão.
Tom Martins Snitramus

Sei Lá

Off
maio 9th, 2017

SEI LÁ

Amor á vida tem razão
Não conteste o poeta
Pois tem dias que a gente
É um nada no espelho

Buscando luz na escuridão
Não sentindo a alegria
Do sorriso do sol
Com o balanço do mar

Não se pode afirmar
Quando o céu contestar
Se o amanhã vai surgir
E a razão vai voltar

Sei lá
Se a vida traz um não
Se a vida traz um sim
Os sorrisos que dei
A ilusão que vivi

Amor a vida tem razão
Não conteste o poeta
Pois tem dias que a gente
É um nada no espelho…
Tom Martins Snitramus
Rosali Gazolla

Como falar de flores no Brasil é difícil!

novembro 15th, 2016

Que comanda as dores
Brasil
Já se falou de flores
E canhões:- Foram tantas dores
Siga a canção já é hora
De recomeçar…
Verde amarelo branco e azul
São as nossas cores…
A paz o amor e esperança
É nosso ideal.
Ordem e progresso è o que a gente não vê…
Nosso Brasil está perdendo tudo que é de você
Vamos então, portanto irmãos
Caminhar cantando:- Pela cidade e no campo
Salvar o país.
Solo e o descalabro
Vejam irmãos até os canhões
Pedem por socorro…
Jantam conosco e marcham
Seguindo o refrão
Vem vamos ir lutar caminhar
Pela nossa honra
Por nossa dignidade
Por nosso país.

Nossa canção não aceita o refrão
Que comanda as dores
Nem a mudança das cores
Do nosso brasão
As flores murcharam com os anos
E o poder se manteve
E retalhou nossa nação com atos da escuridão.

Vamos então, portanto irmãos
Caminhar cantando:- Pela cidade e no campo
Salvar o Brasil.
Snitramus
Editora de texto
Rosali Gazolla

E retalhou nossa nação com atos da escuridão.

CARINHOSO

Off
setembro 16th, 2016

E desafino em A

Carinhoso
Meu coração, não sei por quê
Bate feliz quando te vê
E os meus olhos ficam sorrindo
E pelas ruas vão te seguindo
Mas mesmo assim foges de mim
Ah, se tu soubesses
Como sou tão carinhoso
E o muito, muito que te quero
E como é sincero o meu amor
Eu sei que tu não fugirias mais de mim
Vem, vem, vem, vem
Vem sentir o calor dos lábios meus
À procura dos teus
Vem matar essa paixão
Que me devora o coração
E só assim então serei feliz
Bem feliz

Música e letra do saudoso Pixinguinha
Tom Martins Snitramus

Pai

Off
agosto 6th, 2016

Gravida

PAI

Chora escondido, sofre calado as dores que lhe assolam o coração.

Um ventre se avoluma.

Dia a dia, ele mais se avoluma.
Pai… Um pedacinho de mim está ali dentro…

Está escuro lá fora… Pai… Anda de um lado para o outro… Olha infinitas vezes para o relógio… Deus acho que o tempo parou… Desce as escadas para fumar… Sobe as escadas… Anda para lá, anda para cá…

Lá… Lá………… No fundo do corredor ouve-se um chorinho doce e forte.

Pai… É o meu pedacinho que chegou ao mundo! Obrigado Deus!

Pai… Ele chora… Não sei o que quer… Então o aconchega no peito e acaricia-lhe a tão pequenina face… Ele não chora mais.

Pai… Uma lágrima muda escorre em suas faces porque não quer que aquele pedacinho que é seu jamais sofra.

Pai… Aquele pedacinho que é seu abre os olhinhos e pensa: – que lugar esquisito esse que vim parar.

Mas! Tudo bem: tenho meu papai para me proteger.

Dias vão, dias vêem… Pai… Um choro forte e com jeito de dor…

Pai… Corre, aconchega em seus braços fortes e destemidos seu pedacinho e afaga-lhe a pequena queda…

Pai…

Pai… Pá… Papá… Ele me chamou de papai!

Pai… Olha no espelho e vê que seus cabelos brancos denunciam, sem a menor preocupação, que seus deveres foram cumpridos.

Um ventre se avoluma. Dia a dia, ele mais se avoluma.

Pai… é um pedacinho do meu pedacinho que está ali dentro.

Um chorinho manso e ele abrem os olhinhos e pensa: – que lugar esquisito esse que vim parar. Mas! Tudo bem: tenho meu papai e ÕBA: tenho meu vovô para me proteger.

Pai… Vovô… Aconchega em seus braços fortes e destemidos, aquele pedacinho do seu pedacinho e uma lágrima muda escorre em suas faces.

Pai… Ficou muito velho… Muito chato… Está fora de moda…

Pai… Chora escondido, sofre calado a dores que lhe assolam o coração.

Pai… Ah!… Que dadiva poder tê-lo tido…

Edttora de Txto: ROSALI GAZOLLA
Tom Martins Snitramus

  • Facebook
Pular para a barra de ferramentas