O AMANHÃ

Ou um sorriso, ou um meigo olhar

O AMANHÃ
Já estou indo
Até algum dia
Não estou triste
Porque sigo em paz
Não me preocupo
Estou muito bem
Nesse barco que vai…
Deixe que o tempo trace
O amanhã
Não pode ser uma imposição o amor
Não levo magoas no meu coração
Acredito no céu
O mundo ensina…
O que é o ódio
E o que é o amor.
È só seguir:- sem desprezar
A luz que dita
Em nossa mente
E no coração
Não foi plantada
Em todos os seres em vão.
Iluminando nossa escuridão
Aplacando a nossa dor
Quando caímos de cara no chão…
Obcecado pela ilusão
Nas artimanhas da incompreensão
Que rege o desamor.
Sempre machuca nos fazendo chorar.
Desencontrando nosso caminhar
Ou um sorriso, ou um meigo olhar.
Opondo-se ao nascer do sol
O mundo ensina
O que é o ódio
E o que é o amor.
È só seguir:- sem desprezar
A luz que dita
Em nossa mente
E no coração
Não foi plantada
Em todos os seres em vão.
Iluminando nossa escuridão
Dispersando nossa dor
Snitramus
Editora de texto
Rosali Gazolla

Related Posts:

    Both comments and pings are currently closed.

    Comments are closed.

    • Facebook
    Pular para a barra de ferramentas