HOMENAGEM A ARI BARROSO



HOMENAGEM A ARI BARROSO
Ari Barroso não foi apenas um compositor
famoso em todo o mundo, cujas obras
atravessaram nossas fronteiras, como “Aquarela do Brasil”
e “Na Baixa do Sapateiro”, para citar apenas essas duas.
Nem só o locutor e animador respeitado, festejado,
querido e temido por tantos calouros gongados por
sem falar de jogadores e juízes que receberam algumas
de suas celebres espinafrações.
Ele era, visceralmente, antes de tudo, um homem
do futebol, um torcedor do Flamengo.
Daqueles mais extremados.
Mineiro de Ubá, onde nasceu no dia 7 de fevereiro
de 1903, Ari Barroso foi para o Rio muito jovem e
deixou-se empolgar pelo Flamengo.
Ao mesmo tempo em que se destacava como
compositor e locutor, mais crescia seu prestigio
no clube rubro negro, pois ele se mostrava sempre
atento a tudo quanto se relacionava com o clube de
sua simpatia. Como torcedor rubro negro dos mais
entusiastas, Ari Barroso participou durante muitos
anos, intensamente, da vida do Flamengo. Chegou
até em determinadas ocasiões a tomar atitudes que
influíram decisivamente no clube.
Foi ele, por exemplo, que foi ao Paraguai buscar Bria
centro médio do primeiro tri campeonato do Flamengo.

Related Posts:

    Both comments and pings are currently closed.

    Comments are closed.

    • Facebook
    Pular para a barra de ferramentas