DESABAFO

DESABAFO


Readaptação criada em 1985

DESABAFO

Gosto da tristeza do meu lado
Que assim meu Deus eu pago
Toda mágoa que causei.

Gosto da tristeza e não sou triste
Muito embora ela insista
Em ferir meu coração.

Uma dor relembra
E a saudade faz chorar
Sofre meu coração.

Gosto da alegria do seu jeito
De carinho no seu peito
Do seu riso seu perdão.

Se sua alegria se entristece
A tristeza se esclarece
Me mostrando a escuridão.

Minha dor se acaba
Olhando a luz do seu olhar
Nasce uma ilusão

Gosto da alegria distraída
Não faz mal não é sentida
Não é como o desamor.

A saudade lembra
Aquele amor que eu fiz raiz
Vivo de uma paixão.
Snitramus
Editora de texto
Rosali Gazolla

Related Posts:

    Both comments and pings are currently closed.

    Comments are closed.

    • Facebook
    Pular para a barra de ferramentas