Archive for julho, 2016


Já não mais caminhas.

Off
julho 14th, 2016

Qual a diferença? Se todos se matam.No Brasil ou em Gaza.

Caminhas. Sim… Caminhas.

Na escuridão do céu turvo, rumores… Estrondo… Colapsos.

Caminhas… Sim… Caminhas.

Curva-se… Pesado… Arrastado por si mesmo e tentas… Tentas… Não consegue erguer-se, não vê de frente nem a ti, nem a ninguém, teus olhos?… Tens olhos?… Teus olhos…

Caminhas… Sim… Caminhas…

Tropeças… Cai… Tropeças… Cai, teu sangue escoa pela tua pele escura… Umedeci teus caminhos… Olhe?… Olha!…

Caminhas… Sim… Caminhas.

Abre teus olhos… Espanta-se com o que vê… Vê?… Será mesmo que vês?… Sente sob teus pés calejados a umidade de tua própria existência.

Já não mais caminhas… Pára… Dos teus olhos caem sobre teu sangue duas e eternas lágrimas que ecoam nos recônditos de tua alma.

Já não mais caminhas… Tombas como madeira podre… Oca!… O peso de tua consciência o leva ao chão e arrancam sôfrego da terra os restos de ti mesmo… Sangue e lágrimas de dor.
Tom Martins Snitramus

Ja nçao caminhas

Retrato em Branco e Preto

Off
julho 7th, 2016

Que num álbum de retratos

De Tom Carlos Jobim

Já conheço os passos dessa estrada
Sei que não vai dar em nada
Seus segredos sei de cor
Já conheço as pedras do caminho,
E sei também que ali sozinho,
Eu vou ficar tanto pior
E o que é que eu posso contra o encanto,
Desse amor que eu nego tanto
Evito tanto e que, no entanto,
Volta sempre a enfeitiçar
Com seus mesmos tristes, velhos fatos,
Que num álbum de retratos
Eu teimo em colecionar

Lá vou eu de novo como um tolo,
Procurar o desconsolo,
Que cansei de conhecer
Novos dias tristes, noites claras,
Versos, cartas, minha cara
Ainda volto a lhe escrever
Pra lhe dizer que isso é pecado,
Eu trago o peito tão marcado
De lembranças do passado e você sabe a razão
Vou colecionar mais um soneto,
Outro retrato em branco e preto
A maltratar meu coração
Tom Martins Snitramus
Violão e voz

  • Facebook
Pular para a barra de ferramentas